quarta-feira, 30 de março de 2016

|| A minha páscoa

Olá meus amorinhos!
Como estão? Bem? Como foi a vossa Páscoa?
Eu sei que ando desaparecida do blog nestes últimos dias, mas a verdade é que as maleitas não me largam, e não só não me largam como agora também se instalaram no meu filho mais novo.
Então tem sido febres, rabugices, falta de sono, tudo junto e bem misturadinho dá uma dose de cansaço e uma pitada de desespero.
Hoje já não há febre mas há muita rabugice, a minha é da falta de paciência por cansaço acumulado e a dele é por causa do dente que já está à espreita na gengiva. Enfim.
Só sei que os posts vão andar todos desordenados por aqui, mas acreditem que se não faço mais é porque está mesmo fora do meu alcance, tenho vídeos para gravar, outros para editar, uma TAG para responder, comentários para responder e outras tantas coisas, mas terá de ser tudo com muita calma porque tenho que me desdobrar em mil.
Hoje venho falar-vos sobre a minha Páscoa. Provavelmente já toda a gente terá ultrapassado os chocolates, o almoço, o feriado, mas ainda falto eu, a atrasada, falar sobre o assunto.
Ora, eu sou católica mas não vou à missa, e é só mesmo isso. Aliás, eu nem sei como é que me hei-de auto intitular porque, na verdade, eu sou espírita e baseio-me nos princípios católicos. Um dia hei-de falar sobre isto mas não hoje. Portanto, a Páscoa tem exatamente a mesma simbologia para um católico praticante, mas na prática a coisa funciona um tiquinho diferente. Não vou à missa, não tenho necessidade disso, falar com Deus e com Jesus faço-o em qualquer parte do mundo, e nem preciso verbalizar, basta-me pensar, como se fosse um diálogo mental estão a ver?
A Páscoa, para mim, é um tempo de retrospetiva, um tempo onde gosto de fazer silêncio e escutar as verdades encerradas nele. Acreditem, o silêncio pode muito bem ser o nosso melhor amigo. Gosto de pensar sobre o perdão, gosto de perceber se tenho andado a aprender bem a lição de como perdoar. Portanto, a Páscoa, muito mais do que comezaina, é um tempo de repensar naquilo que tenho sido para mim e para os outros.
Depois, claro, adoro estar com os meus pais. Infelizmente, mesmo tendo uma família tão grande, somos todos desmembrados, é cada um na sua casa, no seu canto. As pessoas não lhes apetecem partilhar nada, e eu como não forço as coisas deixo-me estar também. Mas gosto imenso de passar tempo com os meus pais. Este ano eles vieram cá para casa, apesar de eles se terem ido embora no Domingo ao fim da tarde e ter ficado com a sensação que mal os aproveitei, e a verdade é que mal deu para estar com eles, sentar-mo-nos e conversarmos. É que foi uma altura em que também trabalhei, apesar de em casa.
Ainda não vos falei da minha outra parte, vocês só sabem que adoro doces e que sou pasteleira amadora (apesar de também ter o curso), mas uma das coisas que faço é bolos por encomenda. E nesta altura pediram-me dois bolos de aniversário que me deram algum trabalho (dão todos!), portanto, estive muito alheada do convívio dos meus pais. Mas deu para estar com eles por perto e isso é que importa.
Depois, claro, Páscoa é como o Natal, comida que sa'farta, especialmente doces, a minha perdição. Por isso, encerro este post dizendo que foi uma boa Páscoa, estando viva e minimamente com saúde e com os meus por perto, não posso pedir mais nada, e também deixo-vos algumas fotos daquilo que compôs as comidas de Páscoa e, claro, o meu trabalho.


Folares sem ovo


Pão recheado com tostas


Ninho da Páscoa (moderno) e lá atrás é aletria




Bolo de chocolate e cheesecake


Bolo de aniversário para uma cliente

Bolo de aniversário para outra cliente sobre a série "descendentes" que passa no Disney Chanel

E vocês, como é foi a vossa Páscoa?
Não sei se volto hoje amores, talvez vos traga as unhas da semana. Se eu tiver tempo passo por cá.

Beijinho


11 comentários:

  1. Ai que delicia
    Beijinhos
    CantinhoDaSofia /Facebook
    Temos Post novos todos os dias

    ResponderEliminar
  2. Quanta delícia!! Me deu uma fome hehehe
    Mas é verdade, a Páscoa é como o Natal mesmo, comemos tanto nesse dia hehe
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é mesmo! Basicamente é ficar sentada no sofá a ver séries e levantar só para comer ahahahaha (sou tão gulosa).

      beijinho

      Eliminar
  3. Tanta coisa boa! Em minha casa, também se fazem grandes refeições mas eu consegui portar-me bem. A minha afilhada ia adorar o bolo dos Descendentes :)

    xx
    bysilverblog.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por muito que eu tente não consigo, perco-me sempre nos doces, sou muuuito gulosa.
      Epa eu nem sabia o que eram os descendentes ahahahah se não for a fazer bolos não me atualizo com as séries.

      beijinho

      Eliminar
  4. Por aqui...uma Páscoa tranquila em família! Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E isso é que é importante, a família, o convívio. Haja saúde!

      beijinho

      Eliminar
  5. Oh pá, tu és uma pasteleira de mão cheia mesmo, adorei os bolos das tuas clientes...muitos parabéns.
    Quanto ao resto, igualmente apetitoso.
    A minha Páscoa também foi em familia, como eu gosto e com comida aos montes :) :).
    Beijinhos.

    misscokette.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ohhh obrigada :*
      Claro, comer é muito importante, nunca esquecer! ahahahahah

      beijinho

      Eliminar
  6. Uma pessoa vem aqui e sai daqui de barriga cheia! minha nossa cada coisa melhor que a outra! Tu tens umas mãos de fada!! Se eu morasse perto de ti estava desgraçadinha :)
    Beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderEliminar